O que penso sobre música secular

Oi amigas, como vocês estão???

 

Bom, outro dia eu tive o prazer de conhecer um blog muito interessante, falo do blog da Sarah Sheeva, é aquela mesmo, filha da Baby e do Pepeu Gomes, convertida a mais de dez anos e muito séria, inteligente e que ganhou minha admiração. Enfim, estava lá lendo o blog e me deparei com o post ” Cada Show é um culto disfarçado”.

Nesse post ela fala sobre os shows e músicas do mundo e sua posição como cristã em relação a isso. Esse tema me chama muita atenção, porque não gosto que entre em minha casa esse tipo de coisa. (Que fique claro que respeito que não pensa como eu, ok?) Radical? Não sei. Eu e meu marido tomamos essa decisão em comum acordo. Quando eu era mais nova, passei um tempo fora da casa de Deus mesmo indo na igreja, sabe como é? Quando algumas pessoas passam “perdidas na casa do pai”, achando que não tem “nada demais” ir a uma festinha, uma boatezinha, dançar umas musiquinhas… Já meu marido saiu da igreja mesmo, ele já contou seu testemunho para os jovens da igreja.

Enfim, quando decidimos juntos por seguirmos a Jesus verdadeiramente, concluímos que nas nossas vidas, a música do mundo só esteve presente nos momentos mais desagradáveis, pois em todos eles estávamos longe de Deus, eu não ia numa festinha ou danceteria para adorar a Deus, eu ia para dançar, era o momento que me sentia mais longe. Ou em casa, se me batia uma tristeza, eu colocava uma música bem “emo” só para poder chorar sem parar. Então, vimos que essas músicas, além de não nos edificar, não nos aproximava de Deus, não exaltava o nome Dele e além de tudo, nos lembrava de um tempo que até Deus se esqueceu, enfim não tinham absolutamente nada a ver com a nova vida que estávamos levando. Por isso decidimos, não termos isso nem em nossa casa, em nosso carro, em nosso computador, em nada.

Então eu vi esse post interessanete da Sarah, onde ela começa falando do show estava para acontecer no RJ, do Paul McCartney, ela fala assim:

“Para o “mundão” será um grande “acontecimento”, e acreditem, muitos “crentes” também aguardam com muita expectativa, e estarão lá! Levantando suas mãos e aplaudindo…. Assim ele está recebendo “autoridade” daqueles que POSSUEM autoridade espiritual. Para que essa autoridade? Para ele “ministrar” um “culto de adoração” com música em nossa cidade. Para liberar “algo” sobre os céus da nossa cidade……  O inimigo articula seus “cultos”. São cultos “disfarçados” de shows,  diversão… Acreditem, o mundo espiritual é invocado e interage com o mundo natural através da adoração. O problema é que nós sabemos que “algo” estará sendo “liberado”, e “alguém espiritual” estará recebendo a adoração. Enquanto as milhões de pessoas estiverem ali aparentemente se divertindo, na verdade estarão sendo ministradas.

E tem mais, lá nesse “culto” também tem o momento do “dízimo” e das “ofertas”, só que lá é tudo adiantado, só entra se pagar. Lá a “oferta” mais baixa é de 180,00 e chega até a 700,00 Reais… O que vocês acham disso? Tem que pagar (adiantado) 700,00 Reais se quiser ter uma visão mais próxima desse “ídolo” da música do mundo. Acreditem, muitos “crentes-do-nada-a-ver” pagarão para estar lá, e alguns desses crentes que estarão lá nunca ofereceram a Deus um valor (entre 180,00 a 700,00) como oferta em Seu Altar, nunca… (E depois querem repreender o devorador… Como pode?)

 A verdade é que muitos que se dizem Cristãos não amam a Jesus o suficiente para abrir mão de certos “prazerespor Ele, e uma das formas de constatarmos isso é observar os crentes que não querem “abrir mão” da a “música do mundo”. Lembre-se, em Isaías 14 o profeta tem uma visão, e revela que satanás caiu e sua música foi com ele pro inferno, Isaías 14. 11. “Derribada está na cova a tua soberba, e, também, o som da tua harpa; por baixo de ti, uma cama de gusanos, e os vermes são a tua coberta”. Nem toda música, por mais bonita que pareça aos ouvidos, procede do céu.

Deus não retirou do diabo sua capacidade de fazer música, o que Deus tirou dele foi o Espírito Santo e a inspiração divina do céu para a música, mas não tirou a música dele depois que ele se corrompeu. A música do diabo está com ele, no inferno, corrompida. Mas lembre-se, e ele é um “mestre” em disfarces, um “mestre” do engano, ele sabe fingir que algo é belo e puro, quando na verdade, não é. O diabo tem seu “parque de diversões” se chama: “mundo”, sistema, século (João 12.31), ele é o príncipe (regente) deste sistema, e de tudo que “brota” deste sistema. Não se deixe enganar por esse “parque”, não se deixe seduzir…

Bom amigas, eu acredito e concordo com tudo o que ela disse, até porque, por muitos anos essa moça esteve “nos bastidores” de toda essa podridão né? Acho que ela sabe de muitas coisas que não imaginamos. Por isso, continuo firme na minha escolha, e não me arrependo.  Não posso forçar em vocês a minha opinião, mas que pelo menos vocês reflitam, tirem conclusões. Você pode querer falar pra mim: mas mesmo andando na rua você escuta música secular, não adianta probir… minhas amigas, só posso dizer que escolhi não dar essa legalidade em minha casa. BJsss Carol

Ah, e se você quiser visitar o blog dela tá aqui http://sarahsheeva.wordpress.com/ .

Anúncios

10 pensamentos sobre “O que penso sobre música secular

  1. oi carol

    é isso aí, respeito a opinião de todos mas na minha casa … não
    imagino como deve ser os bastidores destes eventos, e o mundo espiritual. mas ouvir o testemunho vivo de uma pessoa , que com propriedade viveu experiencias e continuar compactuando ao ouvir tais canções que não me edificarão em nada, me levara a que? o que aprenderei? ou o que ensinarei as minhas filhas ? qual a lição? A luz não se mistura com as trevas, somos testemunhos de um Cristo vivo,
    Temos que ter sabedoria e dicernimento… para assim sermos benção para todos aqueles que nos rodeiam.
    um bj amei este post, polêmico mas é assim que mudamos e formamos opiniões.
    parabéns.

  2. Carol é isso aí, temos que fazer a diferença! É muito facil dizer que se é um cristão, mas na hora de agir como cristão o diabo rir de muitos… Jesus é lindo!!!!!! E quando o conhecemos de perto, e temos verdadeiramente um encontro real com Ele, todas as renúncias por amor a Cristo valem a pena e só temos a ganhar. Gostei muito do que vc escreveu e concordo! Beijão amada.

  3. Muito bom o seu post, e muito pertinente, visto que muitos dos cristãos hoje, estão “mundanizados”, não só com música, mais também televisão, literatura e tudo mais. Acredito que é esse tipo de palavra que precisamos receber, palavra de instrução, discernimento, o que falta a alguns, muitos por ingenuidade espiritual e outros porque realmente não querem abdicar das coisas do mundo e se entregar totalmente à Cristo. Parabéns pelo seu blog. Em Cristo…

  4. Oi Carol, sou Giselle da advec Curitiba, gostei muito do que vc postou hoje e meditarei sobre isso. Deixa eu te falar. Eu tbm não ouço musicas seculares, mais minha filha gosta de ouvir Xuxa, patati patatá, o que vc acha disso???
    Um grande bj.

    • Oi Giselle, a verdade é que não conheço os dvds da xuxa e patati, mas vc pode analisar as letras e as mensagens que passam no DVD e ver se convém, se passam algo errado ou não, se tem teor educativo e etc. Mas para crianças hoje também temos bastante opções evangélicas, e muito boas por sinal, como Aline Barros, Cristina Mel, Ana Paula valadão, jessyca, aleca pop e etc. Sua filha além de se divertir irá aprender tanto sobre a biblia quanto outros assuntos, o dvd da aline é bem educativo, pelo menos os dois primeiros. Enfim, analise e veja o melhor pra sua filha. Bjs

  5. Oi minha irmã Carol!

    Primeiramente quero parabenizá-la pelo blog, eu acompanho a um tempo, porém não comento porque nao sou exatamente uma “amiga” , hehehe. Mas esse post eu não poderia deixar de comentar.
    Respeito a sua opinião e decisão.
    Embora eu não tenha o hábito de ouvir , procuro evitar ter opiniões radicais como “Nunca mais ouvirei música secular”. Acho que se for radical com uma coisa, terei que ser com todas as outras. Por exemplo, posso nunca mais ouvir música secular, mas porque então assistirei a “filmes seculares”? Ou lerei “livros seculares”? Percebe então porque evito extremos?
    E até mesmo com relação a música gospel. Não pode ser possível que o diabo também esteja infiltrado nesse meio, principalmente nas grandes gravadoras (sem precisar citar nomes)?
    Com relação ao que você citou sobre a relação da tristeza com as músicas emos, é verdade, as músicas seculares muitas vezes tem esse aspecto nítido de nos deixar, ou nos ajudar a ficar tristes.Porém umas pessoa pode muito bem fazer isso também com uma música gospel se quizer. Lembra da música da Bruna Carla, “Na eternidade”? Nossa, quando ouvi a primeira vez fiquei na maior deprê, depois quando tocava na rádio eu mudava de estação.

    Acho que é só isso. Bjs!

  6. Olá querida sou Jucyeli(irmã do Pr Jehan e do Heber Porto) eu concordo plenamente com o que você disse ..assino em baixo eu lamento quando entro nas minhas redes sociais e vejo cristão postando vídeos de músicas mundanas..eu e o meu esposo tbem optamos pelas mesmas atitudes que vocês(Nós também somos Pastores de uma Igreja aqui em Curitiba) até os nossos filhos estão sendo ensinados assim e tenho visto Deus abençoando o meu lar…”Pois no meio do louvor Deus habita”..amém

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s