As linguagens do amor

Quem é que não gosta de se sentir amado? De manifestações de amor? Ainda mais quando somos casados, pois há uma necessidade de estar comprometido com o bem estar do seu cônjuge e isso também inclui tais manifestações, todos nós gostamos de nos sentir amados. Eu estava lendo um livro muito bom do Dr. Gary Chapman, (As cinco linguagens do amor) em que ele explica que todas as pessoas possuem maneiras diferentes de manifestar seu amor e esperam receber daquela mesma forma, e isso ele chama de linguagens do amor.

Acontece que você veio de uma família e seu marido, de outra, vocês passaram por situações diferentes na vida, e cada um carrega uma “bagagem” cultural, emocional e sentimental que você só vai conhecer muitas vezes depois do casamento. Dessa maneira, cada um possui uma linguagem diferente, ou seja, devido a todo seu histórico, caráter e etc. O problema é que muitas vezes, se você não está expressando seu amor na linguagem do seu cônjuge, o amor não está chegando até ele e vice-versa. Nessa hora é que chegam os atritos, que muitas vezes desgastam os relacionamentos.

O  Dr. Gary afirma que existem cinco tipos de liguagem, como:

Palavras de afirmação:  A pessoa que fala essa liguagem é aquela que oferece palavras de elogio e incentivo àqueles a quem ama. Ela sempre tem algo agradável a dizer e muitas vezes esperam receber palavras gentis. Ela sempre fala coisas boas sobre ou para seu cônjuge, mas pode se sentir negligenciada se não ouvir palavras similares do mesmo. Imagine a cena: vários casais amigos conversando, o marido faz vários elogios em público sobre sua esposa, e ela por sua vez, só fala dos defeitos dele. Para o homem, isso irá soar como total desrespeito aos seus sentimentos e falta de amor, uma verdadeira ofensa. Se seu conjuge gosta de elogiar, aceite bem e passe a elogiá-lo também.

Tempo de qualidade: Outras pessoas demonstram seu amor simplesmente estando presentes, passando um tempo de qualidade com a pessoa amada. Isso não significa somente estar presente, mas estar dando toda sua atenção a outra pessoa. As pessoas que falam essa linguagem adoram fazer coisas juntas- viajar, passear, jantar fora, caminhar, ir ao cinema ou simplesmente fazer compras. Esse tipo de pessoa também costuma gostar de ter conversas de qualidade, aquelas em que você estão juntos, sem TV para atrapalhar, gostam de se sentar a mesa para jantar com toda a família para ter tempos de conversa.

Presentes: Algumas pessoas comunicam seu amor através de presentes e esperam receber amor dos outros da mesma maneira. É como se os presentes representassem um símbolo físico do amor. E nesse caso, não é uma questão de dinheiro. Para este tipo de pessoa, uma única flor pode significar tanto como uma jóia, trata-se de uma questão de cuidado, envolvimento, interesse. Os presentes dessas pessoas são carregados de sentimentos. Não confunda essas pessoas com ganaciosas, elas gostam de ganhar e dar presentes também. Nesse caso lembro da mulher que ofereceu nardo puro aos pés de Jesus, como símbolo de seu amor e adoração.

Atos de serviço: O já nome já diz, estas pessoas gostam de servir, é assim que demonstram seu amor e também esperam isso de outros. Essa pessoas faz o que o outro gostaria que ele fizesse. Sabe aquela esposa que tem prazer em fazer a comida favorita do marido, ou a sobremesa favorita dos filhos, ou o marido que, mesmo não gostando, lava a louça do almoço só para agradar a esposa? Jesus é nosso maior exemplo de serviço (leia Jo 13:3-17).

Toque físico: Nesse tipo de linguagem a pessoa gosta de tocar e ser tocada. E não se trata apenas de sexo, embora faça parte, e sim de beijinhos e beijões, abraços, mãos dadas, mimos, afagos e etc. Este tipo de pessoa gosta de dividir o mesmo encosto de braço da cadeira do cinema, dormir abraçado, andar de mãos dadas e etc. Algumas pessoas precisam desse tipo de amor, outras são totalmente imunes.

Você já descobriu sua linguagem do amor? E a linguagem da pessoa a quem você ama? Não é tão complicado, é só você pensar e lembrar quais são as maiores reclamações do seu cônjuge, e o que mais te aborrece em relação ao mesmo. Que expressões de amor são mais significativas para você e ele (a)? Deixe o orgulho de lado e lembre sempre: Alguém precisa ceder, se não for você primeiro, quem será? Tente demonstar seu amor na linguagem do se cônjuge e ensine a ele a sua linguagem, aprenda e escutar também, você vai ver que aos poucos, tudo ficará mais fácil e a vida a dois, bem mais prazeirosa.

Você poderá gostar também de:

Anúncios

3 pensamentos sobre “As linguagens do amor

  1. Oi Carol! Descobri seu blog esses dias e estou adorando! É realmente edificante e vc está de parabéns! Este livro é ótimo, todos deveriam ler. Fora ele, recomendo do Dr. Chapman, ainda, os livros “A família que você sempre quis” e “Como eliminar o que mais irrita no casamento”. Uma verdadeira benção para nós. Vale a pena!
    Um beijo!

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s