O principal ministério da mulher

“Então o Senhor Deus declarou: Não é bom que o homem viva só, farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda.” Gn 2:18

O papel da mulher no casamento é de adjutora, ou seja, a que ajuda, auxiliar. Algumas mulheres ao escutarem isso podem achar que é um papel coadjuvante ou secundário, mas não é verdade, quem ajuda está ao lado, não atrás ou em segundo lugar. Aliás, o termo usado para adjutor é usado somente duas vezes na bíblia, a primeira para falar do papel da mulher e outra para falar a ação de Deus. (Sl 33.20). Logo, não fala de alguém secundário ou inferior. Por isso quero que você como esposa valorize-se, você é muito importante para Deus e no seu casamento. Deus lhe deu um papel essencial no casamento, pois sem você, não há família completa.

Porém preste muita atenção, Deus nos criou para sermos auxiliadoras, não concorrentes. O casamento, diferente do mostrado na tv não se trata de uma batalha de sexos, onde o homem luta para dominar sua esposa e a mulher luta para dominar seu marido. A esposa criada por Deus, a auxiliadora, ama , apóia, ajuda e principalmente se submete. No plano perfeito de Deus, o homem e a mulher se complementam de maneira perfeita quando aceitam e respeitam as diferenças que existem entre si, e contribuem com aquilo que lhe é peculiar para a tarefa de cuidar do mundo e conviver com os seres humanos.

A verdade é que, muitas de nós mulheres, passamos por várias crises conjugais ou pessoais, porque a maioria de nós por muito tempo foi ensinada da maneira errada. Se antigamente o papel da mulher era ficar sempre por “trás” de um grande homem, hoje muitas pessoas acreditam que devemos estar “na frente”. Quando na verdade Deus nos diz para estarmos simplesmente “Ao lado”. Deus nos criou para auxiliar, então porque você insiste em liderar?

Por que será que a Bíblia menciona, por mais de uma vez a submissão da mulher?Primeiro, porque para que uma relação familiar dê certo, isso é muito importante, segundo, porque para muitas pode ser uma coisa difícil. Até hoje a submissão feminina é vista como algo humilhante e pejorativo. Mas essa não é a verdade. Deus não cria um ser com o propósito de ser humilhado. Ele só quer o nosso bem.

Primeiramente é preciso que você entenda que Deus estabeleceu a família como a unidade básica da sociedade. Toda família, assim como toda instituição necessita de um dirigente. Coube ao marido essa responsabilidade, porém isso não significa somente que o marido manda e a mulher obedece, o papel de cabeça não significa que ele apenas manda, na verdade vai muito além disso, pois inclui: provisão (material e espiritual), proteção (segurança, bem estar) e promoção (amor, fidelidade, honra). Dessa maneira, assim como toda mulher que não se submete está errada, o marido que não é o cabeça também erra, pois sua responsabilidade é ser o cabeça da mulher.

Muitas mulheres não conseguem se submeter. A verdade é que a falta de submissão também sugere a falta de fé em Deus. Quando uma mulher tem fé em Deus, ela acredita que as coisas vão dar certo, mesmo que ainda que ela não esteja no controle. Nesse caso, a esposa pode ser bastante destrutiva neste tipo de relacionamento, caso não seja sensível às coisas julgadas importantes por seu marido. Ela com freqüência resiste à vontade dele, expressando falta de confiança em suas decisões, corrigindo-o em público, ou mesmo na frente dos filhos, ou através da correção excessiva. Já falamos um pouco de submissão no post liberdade para ser submissa.

Enfim, o que quero dizer com tudo isso, é que, principalmente para nós casadas, antes mesmo de pensarmos em ministérios na igreja, seja com mulheres, oração, louvor e etc, devemos cuidar de nosso lar e nossa família em primeiro lugar. Quando uma mulher consegue entender que isso também é um ministério, ela é capaz até de encarar as tarefas domésticas com mais facilidade. A Bíblia fala que a mulher sábia edifica sua casa, e a tola com suas próprias mãos a destrói. Do que adianta ganhar o mundo inteiro e perder os da sua própria casa? Que possamos refletir e buscar em Deus sabedoria para exercermos o ministério do auxílio dentro de nossa família e sermos mulheres vitoriosas, e nunca frustradas!

Você poderá gostar também de:

Quando eu era menino…

Texto da leitora

Visita a penitenciária feminina do Paraná

Anúncios

Um pensamento sobre “O principal ministério da mulher

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s