A Moda e o meu Armário

Não é de hoje que eu tenho vontade de falar um pouco sobre moda aqui no conversa de amigas, mas como não sou muito estudada no assunto, vinha pedindo a algumas queridas para me darem uma ajuda, mas como nada rolou, vocês vão ter que me aturar mesmo..rs

Bom, primeiro vou logo avisando que se você pensa que vai ler agora um post sobre as fotos da São Paulo Fashion Week com meus comentários sobre o que o mundo inteiro vai usar no próximo verão, pode desistir, pois como já disse anteriormente, não sou nenhuma expert no assunto.

Até porque para mim, estar na moda, não significa necessariamente que eu preciso usar tudo o que os estilistas dizem que eu devo. Vai um pouco mais além disso, creio que, uma pessoa “na moda” tem primeiro consciência do seu próprio corpo, do que fica bem e o que não fica, tem também consciência de lugares e situações, por exemplo, acho que não fica legal ir para a igreja com a mesma roupa que uso para ir na academia (mas isso é minha opinião…). A pessoa “na moda” pra mim sabe dosar conforto e beleza, não importando o preço ou a marca da loja.

Não me considero nem um pouco uma pessoa que segue tendências, até mesmo algumas que apareceram dentro das igrejas, um bom exemplo foi a calça saruel, que foi “adotada“ como a calça ideal para as mulheres cristãs, e na verdade só acho que chegou a esse ponto porque outras mulheres não sabiam dosar a “justeza e baixeza” das calças atuais…rs. Como já dizem alguns: “situações extremas necessitam de medidas extremas”. Eu particularmente não gosto, não fica legal em mim e acho que dependendo da altura e do corpo da mulher, com certeza ela não vai chamar atenção por estar sensual, mas sim por estar com o corpo deformado.

Você gosta?

Acho que tudo vai pela nossa dose de “noção”, por exemplo, entre uma ultra-mega-skinny-super-baixa-aparecendo-capô-e-caixa-eletrônico e uma saruel, prefiro usar minha sempre amiga calça jeans tradicional, democrática, de corte reto e justa na medida.

Isso não quer dizer que não uso calça um pouco mais justa, eu uso e tenho no meu armário, mas como já disse, o que prevalece é a regra do bom senso: se estou com uma calça mais larga, uso uma blusa mais justa, e se estou com uma calça justa, pra não correr o risco de ficar parecendo “embalada-à-vácuo” uso uma mais larguinha e/ou compridinha pra compensar, tipo batas, túnicas, camisas longas. E as campeãs nesse estilo são a Fernanda Brum e Eyshila né gente. Eu particularmente gosto bastante.

Vocês gostam? 

Ah, aliás já vi a Eyshila de calça boyfriend e saruel e nela eu bem gostei!

Bom, por hoje fico só no assunto calças, mas espero daqui pra frente escrever mais sobre esse e outros assuntos de amigas!

PS: Atualização, um mês depois de fazer esse post, eu ganhei uma calça estilo boyfriend! Adoorei

Você poderá gostar também de:

A esposa ideal

Mulheres de atitude:Abigail

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s